top of page
  • Foto do escritorIsis Homrich

Uso alternativo de algas: um mar de possibilidades

Atualizado: há 4 dias

Desvende o potencial das algas e seus benefícios para a saúde, o meio ambiente e a economia.


 

As macroalgas são organismos marinhos extremamente importantes, tanto para o ecossistema em que vivem quanto para o grande potencial de comercialização de seus derivados. As algas possuem uma infinidade de compostos que podem ser empregados nas mais variadas indústrias, como na produção de alimentos e bebidas, na indústria de cosméticos e até mesmo na indústria farmacêutica, por exemplo.


Essa gama de possibilidades é possível graças a presença de substâncias em sua composição com funções espessantes, estabilizantes e gelificantes. A produção de ágar-ágar, carragena e alginato a partir das algas desperta interesse na indústria desde 1960, quando a produção de macroalgas se mostrou uma nova oportunidade de empregos e comércio no país, através de um cultivo relativamente rápido e lucrativo.


A Hypnea pseudomusciformis é uma dessas macroalgas, que possui tanto interesse farmacêutico quanto cosmético e alimentício, graças a sua alta produção e quantidade de carragena. Na indústria alimentícia, a carragena pode ser usada em sorvetes, achocolatados, queijos e pudins. Na indústria cosmética, é bastante utilizada no preparo de extratos, como o glicólico (com funções anti-idade, firmadora e adstringente). Como fármaco, também vem sendo explorado um potencial de moléculas com funções antioxidantes, anti-inflamatórias e até anticancerígenas. De modo geral, a produção dessa alga vem sendo extremamente promissora. 

 

Benefícios sociais e ambientais da algicultura 


No contexto social, a produção de algas promove uma oportunidade para a geração de emprego e renda de populações que vivem nas proximidades de ecossistemas marinhos. É uma atividade considerada de baixo investimento inicial e rápido retorno econômico, além de serem organismos de rápida propagação cultivados dentro do mar, o que evita ocupar espaço de outros tipos de cultivos exclusivamente terrestres. Além disso, o cultivo de macroalgas apresenta outros benefícios além do financeiro para essas comunidades, como a inclusão de gênero. É comum ver as ocupações do cultivo serem divididas entre homens e mulheres, onde homens se encarregam da prática que requer força e resistência física e mulheres no processamento e secagem das algas. 

 

Projeto Produtores de Hypnea


E foi isso que o nosso projeto “Produtores de Hypnea buscou explorar, ao executar um plano que envolvia a capacitação da população local para o cultivo e colheita da alga, além da própria criação de linhas de cultivo em uma fazenda piloto, capacitações no processo de manejo, secagem e extração dos derivados para a produção de cosméticos, além de todo um planejamento de visitação turística com temas como ecologia e sustentabilidade marinha.  


O incentivo da produção artesanal de um organismo marinho abundante na região permite que a valorização do trabalho da população local ganhe uma nova possibilidade. Através da capacitação de interessados em cultivar a alga marinha, tão rica em potencial produtivo, é possível abrir novos caminhos para quem faz parte de todo o ecossistema marinho em que a alga se encontra inserida.


Acesse a página do projeto Produtores de Hypnea e saiba como a algicultura está transformando a realidade de dezenas de pessoas na comunidade de Flecheiras, no Ceará.  

Comments


bottom of page