top of page
  • Foto do escritorVBIO

Pequenos gigantes: insetos e a conservação da biodiversidade

Entenda papel central dos insetos na estrutura e função dos ecossistemas, tanto no Brasil quanto em todo o mundo.

Ecologia molecular das antas da Serra do Mar

Os insetos são um dos pilares mais vitais dos ecossistemas terrestres. Estima-se que os insetos representem cerca de 80% de todas as espécies animais do planeta, com um número de espécies possivelmente atingindo 10 milhões.


No Brasil, com sua rica biodiversidade, a presença e o papel dos insetos são ainda mais complexos e fundamentais, com ecossistemas como a Amazônia abrigando uma abundância de espécies únicas. Em termos de biomassa, os insetos podem superar outros grupos de animais em determinados habitats. Essa grande variedade de espécies e o volume substancial de biomassa demonstram o papel central dos insetos na estrutura e função dos ecossistemas, tanto no Brasil quanto em todo o mundo.


Veja algumas formas com as quais os insetos contribuem com a conservação da biodiversidade:


Polinização

A polinização realizada pelos insetos, incluindo abelhas, borboletas e besouros, é vital para a reprodução de uma grande variedade de plantas. Isso inclui muitas culturas alimentares que são essenciais para a economia e alimentação humanas. No Brasil, a abelha jandaíra (Melipona subnitida) é um exemplo notável de polinizador nativo.


Decomposição e reciclagem de nutrientes

Insetos como formigas, moscas e besouros são decompositores essenciais, ajudando a quebrar matéria orgânica morta. Esse processo de decomposição recicla nutrientes, permitindo que sejam reutilizados por plantas e outros organismos.


Fonte de alimento

Insetos constituem uma fonte de alimento vital para muitos outros animais, incluindo pássaros, anfíbios, répteis e mamíferos. A diversidade de insetos no Brasil proporciona uma base alimentar robusta e variada para muitas espécies.


Indicadores ambientais

Os insetos são muitas vezes sensíveis às mudanças ambientais, tornando-se indicadores valiosos da saúde do ecossistema. A presença ou ausência de certas espécies pode fornecer pistas sobre a qualidade da água, poluição e outros fatores ambientais.


Controle biológico

Muitos insetos atuam como controladores naturais de pragas, beneficiando a agricultura e a silvicultura. Por exemplo, as joaninhas são predadores naturais de pulgões, ajudando a manter essas pragas sob controle.


Desafios e conservação

A perda de habitat, uso excessivo de pesticidas, poluição e mudanças climáticas estão entre as ameaças que os insetos enfrentam. A conservação dos insetos é uma necessidade urgente, não apenas para proteger esses organismos, mas para garantir a continuidade dos serviços ecológicos vitais que eles fornecem.


Junte-se à missão da VBIO


Na VBIO, entendemos a complexidade e a importância dos insetos na manutenção da biodiversidade. Nos dedicamos a apoiar projetos que protegem e promovem o entendimento desses pequenos gigantes da natureza no Brasil.


Se você é apaixonado pela biodiversidade e quer contribuir para o nosso esforço coletivo de conservação, convidamos você a explorar nossos projetos e acompanhar nossos esforços para a proteção da biodiversidade brasileira.

コメント


bottom of page