top of page
biodiversidade brasileira

A Vitrine da Biodiversidade Brasileira.

Conheça a VBIO.

A VBIO é uma plataforma de bioeconomia que auxilia organizações na captação e destinação de recursos para projetos da biodiversidade brasileira.

Em nossa vitrine, apresentamos uma curadoria especializada para que os mais inspiradores projetos do Brasil recebam recursos de Responsabilidade Social Corporativa e adequação legal de apoiadores em todo o mundo.

Como funciona a VBIO?

Ao aproximar empresas apoiadoras e instituições proponentes, conseguimos tirar os mais inspiradores projetos do papel e torná-los realidade.

 

Essa parceria proporciona uma melhor qualidade de vida às comunidades tradicionais, através da capacitação das pessoas e do desenvolvimento de ações de conservação das espécies de fauna e flora e dos recursos naturais brasileiros. Nossa curadoria também possibilita às empresas apoiadoras o cumprimento de obrigações legais.

 

E para sua segurança, acompanhamos a execução e prestação de contas do projeto periodicamente, além de colaborar para a divulgação da parceria em redes sociais e eventos.

Quem são os proponentes?

Proponentes podem ser cooperativas e associações locais de agricultores familiares e/ou tradicionais, universidades e grandes instituições de pesquisa. Devem ser necessariamente organizações legalmente constituídas e devidamente qualificadas para propor e executar projetos.

 

Você tem algum projeto de valorização da biodiversidade brasileira? Acesse nossa área de proponentes e saiba como se tornar um proponente.

Quem são os apoiadores?

Apoiadores podem ser representantes de vários setores da economia brasileira e global que busquem as melhores estratégias para investimento na biodiversidade, seja via cumprimento de uma obrigação legal ou via ação voluntária.

 

Após se cadastrar, você terá acesso à nossa vitrine completa de projetos, onde poderá selecionar e reservar as cotas que deseja apoiar.

Nossos apoiadores.

Projetos.

Nossos projetos são focados na biodiversidade brasileira, mas envolvem temas como: empoderamento feminino, segurança alimentar, disponibilidade hídrica, educação, desenvolvimento comunitário, valorização do saber e muito mais.

Nascentes do Rio Oricó

Atuará com atividades de enriquecimento e ampliação da cobertura florestal para manutenção florestal, com o objetivo de garantir a recuperação ecológica das áreas em processo de restauração florestal entre 2016 e 2020.

Em execução

Rede Amolar

O projeto visa combater e prevenir incêndios na Serra do Amolar, protegendo a região e a comunidade. Através de ações como construção de aceiros, combate direto e indireto ao fogo, resgate de animais afetados e educação ambiental, o projeto busca reduzir a área queimada, proteger a fauna e flora e conscientizar a população local.

Em execução

Cerrado Sustentável

Com o objetivo de promover o desenvolvimento socioeconômico baseado no agroextrativismo sustentável do Cerrado, o projeto capacitará agricultores familiares e estabelecerá uma estrutura organizacional socioprodutiva, garantindo inclusão social e geração de renda aliados à conservação da biodiversidade.

Em execução

Frutos do Cerrado

O objetivo é o fortalecimento das cadeias produtivas do pequi e coquinho azedo junto às comunidades extrativistas do norte de Minas Gerais, agregando valor aos produtos através da assistência técnica, melhoria no processo de beneficiamento e ampliação da estrutura de armazenamento dos produtos para a comercialização.

Em execução

Mulheres e a cultura do pinhão

O projeto visa gerar trabalho e renda para mulheres da agricultura familiar, por meio da capacitação e fomento às atividades que podem ser desenvolvidas com o pinhão nas propriedades rurais familiares, garantindo o uso sustentável desse recurso natural.

Em execução

Buriti dos Sertões de Minas

O projeto tem como principal objetivo investir na cadeia de valor do buriti e outros frutos do Cerrado, conectando essas iniciativas com os diferentes canais de comercialização, promovendo uma sinergia entre os empreendimentos locais e regionais, e envolvendo as comunidades extrativistas...

Em execução

Irriga Açaí

O projeto “Irriga Açaí” tem como principal objetivo aumentar a produção do açaí na região do Alto Turi, através da melhoria em técnicas de manejo e enriquecimento dos açaizais em áreas de terra firme e várzea, dando ênfase ao desenvolvimento socioeconômico local e regional de pequenos agricultores assentados, assegurando também a conservação da espécie. 

Em execução

Mulheres conservando o Cerrado

O projeto tem o objetivo de fomentar e capacitar as mulheres agroextrativistas para o manejo sustentável da biodiversidade do Cerrado, promovendo a sua autonomia financeira; e contribuindo para a organização social e política dessas mulheres nas causas extrativistas, e para a conservação da biodiversidade.

Em execução

Carnaúba Sustentável

O objetivo do projeto é qualificar a cadeia produtiva da carnaúba por meio de processo educativo e de capacitação, com o incremento de organização, formalização, saúde e segurança no trabalho, produtividade e ganhos de renda em uma comunidade carnaubeira, a fim de constituir uma experiência modelo, com potencial de replicabilidade em outras áreas produtoras de pó cerífero.

Em execução

Cumbaru

Fomentar e capacitar as mulheres extrativistas pantaneiras para o manejo sustentável do cumbaru (Dipteryx alata), promovendo a sua autonomia na comercialização dos produtos, contribuindo para a organização social e política dessas mulheres nas causas extrativistas e para a conservação da biodiversidade.

Em execução

Aguapé

O "Projeto Aguapé" tem como objetivo valorizar o trabalho das mulheres pantaneiras e difundir o conhecimento tradicional associado à utilização da fibra de aguapé, proporcionando uma alternativa de renda segura para a comunidade.

Em execução

Pique

O Projeto Pique tem como objetivo apoiar a implementação de um pique (trilha) piloto na Resex do Rio Unini (Barcelos/AM) para o manejo coletivo de copaíba (Copaifera sp.), beneficiamento e comercialização do óleo pela Cooperativa Mista Agroextrativista do Rio Unini - COOMARU.

Em execução

Castanheiros do Unini

O projeto “Castanheiros do Unini” tem como principal objetivo avançar na estruturação da CAUMORU, usina de beneficiamento de Castanha da Amazônia (Bertholletia excelsa), ampliando a capacidade produtiva e a demanda por castanha, e agregando valor ao produto final.

Em execução

Buritizando

O Projeto “Buritizando” tem como objetivo organizar o agroextrativismo sustentável do buriti (Mauritia flexuosa) no oeste da Bahia, garantindo renda para 50 famílias agroextrativistas, e a conservação da sociobiodiversidade do Cerrado.

Em execução

Geração de renda em Agroflorestas da Mata Atlântica

O projeto “Geração de rendo em Agroflorestas na Mata Atlântica” tem como principal objetivo promover a geração de renda e estimular o empreendedorismo para agricultores familiares por meio da estruturação da cadeia produtiva do cupuaçu.

Em execução

Produtores de Hypnea

O projeto “Produtores de Hypnea” tem como principal objetivo Implantar um sistema de produção da macroalga hypnea pseudomusciformis em comunidade litorânea tradicional, aproveitando o potencial turístico e educacional para promover a cultura para a conservação da biodiversidade marinha e educação para o mar na década dos oceanos.  

Finalizado

Ecologia molecular das antas da Serra do Mar

O objetivo do projeto é avaliar o estado de conservação da anta no Contínuo Ecológico de Paranapiacaba, contribuindo para a construção de políticas de conservação da espécie e para a proteção da biodiversidade da Mata Atlântica.

Finalizado

Recupera Pantanal

O projeto contribuiu para a recuperação de áreas impactadas pelos incêndios florestais nas comunidades Piúva e Acorizal, em Barão de Melgaço, através da distribuição de mudas de espécies nativas e de interesse para as famílias. 

Finalizado

Restaura Caatinga

O projeto “Restaura Caatinga” tem como principal objetivo o fortalecimento da cadeia produtiva da restauração da Caatinga, a partir da disseminação de conhecimento e plantio de mudas nativas. Assim, espera-se promover um ciclo positivo, a partir da mobilização de atores de interesse e comunidades locais, gerando oportunidades baseadas na conservação do semiárido mais biodiverso do mundo.

Finalizado

Blog.